CONTRIBUIÇÕES DAS TEORIAS DE VYGOTSKY PARA EDUCAÇÃO

Nesse texto dou ênfase as teorias de Vygotsky, que foi um grande pesquisador e teve papel importante na implementação das mudanças que aconteceram na área da educação á partir dos anos 30 do século XX. As pesquisas realizadas por ele foram fundamentais para formar uma visão diferenciada e completa sobre o desenvolvimento humano e mudar a forma de olhar, sobre a criança, sobretudo quanto aos processos de aprendizagem e desenvolvimento.

Lev Semenovich Vygotsky nasceu em 1896 na cidade de Orsha, na Rússia, e morreu em Moscou em 1934, com apenas 37 anos vitima de tuberculose. Formou-se em Direito, História e Filosofia nas Universidades de Moscou e A. L. Shanyavskii, respectivamente. Vygotsky iniciou suas teorias no final da revolução russa quando o país se tornou socialista criando assim um pensamento marxista, pois segundo Marx: “tudo é histórico, fruto de um processo e, que são as mudanças históricas na sociedade e na vida material que modificam a natureza humana em sua consciência e comportamento”. Dessa forma as funções psicológicas têm sua origem nas relações do sujeito e o contexto social e cultural que esta inserido .

Vygotsky deixou uma grande contribuição para nossa educação, ele defendia a tese que o desenvolvimento e a aprendizagem andavam juntas que uma ocorria através da outra, que não havia um contexto pré-definido, ela poderia ocorrer na escola ou fora da escola pela vivência e que deve valorizar os diferentes tipos de conhecimentos. Articular a educação adquirida na escola e a adquirida fora dela. Na sua perspectiva o educador é um mediador, um intermediário entre aluno e o conhecimento.

Para Vygotsky a aprendizagem é um processo contínuo e a educação contribui de forma qualitativa ao nível de aprendizagem, por isso é importante a valorização das relações sócias.

Ele desenvolveu a teoria da zona de desenvolvimento potencial ou proximal, esse é um período que a criança necessita de um apoio até que possa desenvolver certas atividades sozinha .Como defini o autor

(Vygotsky 1998,p.112). [...] a distância entre o nível de desenvolvimento real, que se costuma determinar através da solução independente de problemas, e o nível de desenvolvimento potencial, determinado através da solução de problemas sob a orientação de um adulto ou em colaboração com companheiro mais caspazes. (Vygotsky 1998,p.112).

Para o autor o nível de desenvolvimento real é o que a criança já aprendeu sem interferência de uma pessoa adulta ou de uma criança mais experiente. “Zona de desenvolvimento proximal” faz referencia aos processos mentais que a criança está desenvolvendo, essa zona está em constante transformação, é aquilo que a criança consegue fazer com ajuda de um adulto ou pessoas mais experientes.

Seus estudos sobre o desenvolvimento da pessoa deficiente, em sua obra “Fundamentos de Defectologia”, contribuem de forma ímpar para a produção de novos significados para o processo de inclusão, atualmente tão debatido e criticado.

Considerações finais

Por mais que as teorias Vygotskyana tenha um grande valor para o desenvolvimento humano ela ainda não é aplicada. Na maioria das vezes a prática escolar fica isolada das atividades extraescolares, as que os alunos vive no dia a dia ,fica focado apenas nos conteúdos dos livros que não tem um contexto histórico com o aluno. A teoria de Vygostsky busca o que os homens tem de melhor a criatividade, a autonomia, um sujeito ativo e não um objeto que tem que ser moldado.

O termo educação é usado de forma equivocada, para haver educação ela tem que ser transformadora promovendo o respeito e a compreensão das diferenças .

Comentários