Estágio da puberdade e da adolescência ( teoria Henri wallon)

LEIA TAMBÉM Estágio Impulsivo Emocional (Wallon)
Estágio sensório-motor e projetivo (Wallon)


O estágio da puberdade e da adolescência inicia-se, a partir dos 12 anos, onde a relação da criança e o adulto e rompida começando uma crise a qual Wallon denominou crise da puberdade.Essa fase afeta todos o sentimento do adolescente.
Na teoria Walloniana , o estágio da puberdade e adolescência é “ a última e movimentada etapa que separa a criança do adulto que ela tende a ser .Nessa fase, ocorrem modificações fisiológicas impostas pelo amadurecimento sexual, provocando na criança profundas transformações corporais acompanhadas por uma transformação psíquica”.
Conforme o autor, o jovem expressa seus sentimentos com o corpo: “prova disso é que o espelho se torna uma companhia constante proporcionado momentos de prazer e de grande inquietação” (Dér,Ferrari.2005,p.61). Esse período e denominado signo do espelho.
Segundo Wallon “tanto os rapazes como as moças têm necessidade de se examinar num espelho e observar as transformações do rosto. Sentem-se mudar e ficam desorientados. Sentem ainda mais essa mudança, essa desorientação perante eles mesmos, em relação a seu meio ambiente”.
Nessa fase o jovem tem que voltar para si : “com isso , voltam a preponderar as funções afetivas, pois elas contribuirão para a construção da pessoa, da identidade que e o jovem passará a ter. Concomitantemente, surge também a escolha de valores morais que ajudarão a estabelecer relações com a sociedade”.(Oliveira; Leal, 2015,p.203)
Na adolescência aparece a ambivalência de atitudes e vários sentimentos, que são resultado da riqueza da vida afetiva e imaginativa que traduz o desequilíbrio interior. Estagio no qual inicia a fase da rebeldia, da oposição , período no qual o jovem experimenta novos sentimentos e aventuras ,uma fase de transformação ,desenvolvimento . Segundo Wallon “ enquanto a criança tendia, por fim , para a imitação do adulto o jovem parece desejar distinguir-se dele a todo custo [...]: não se trata de conformismo , mas de reformas e transformação”.

Segundo o autor a teoria Walloniana reconhece que o jovem também pode procurar satisfazer suas necessidade de conquista e aventuras não em sonhos ou fantasia , mas em ações reais cujos efeitos podem ser positivos ou negativos dependendo das opções de ordem social e moral que o jovem faça nessa fase de desenvolvimento. Trata-se, portanto, de uma escolha de valores morais que o jovem precisa fazer e implica o estabelecimento de relações com a sociedade que podem se adequados ou não, conforme orientação recebida dos adultos e de seu meio a qual esta inserido.

Com base o exposto no texto acima podemos concluir que há uma grande contradição, ao mesmo tempo que o jovem quer se tornar independente , ele necessita de um adulto para tomar certa decisões ,(fazer escolhas ). A puberdade e um período que o jovem tem que fazer escolhas, refletir ,tomar consciência das possibilidades do futuro lhe oferece e de sua limitações .
“ Há um proverbio que diz o futuro a Deus pertence. Nenhum de nós pode determinar com precisão como será nosso futuro ,mas podemos planejá-lo de maneira a alcançar nossos ideais. A vida só tem sentido se tiver propósitos de definidos”. (Ec.11:4-9)

O artigo foi útil faça uma doação para o site

Comentários

  1. muito bom me ajudou no para o meu seminario.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que esse artigo pode contribuir para seu seminario

      Excluir

Postar um comentário